[Resenha] O Sol Também é Uma Estrela - Nicola Yoon



Título: O Sol Também é Uma Estrela | The Sun Is Also a Star
Autor(a): Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Nº de páginas: 288
Gênero: Romance
Nota:

SKOOB | GOODREADS

Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história.

Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois.




O Sol Também é Uma Estrela nos apresenta o dia em que Natasha e Daniel se conhecem. 



Antes mesmo de se conhecerem aquele dia já era um marco importante em suas vidas, porém quando se conhecem tudo parece ganhar um novo sentido, um novo ponto de vista.
Ela prestes a ser deportada dos EUA com sua família, e ele prestes a passar por uma entrevista que definirá seu futuro. É assim que eles se cruzam pela primeira vez.

"Somos imigrantes ilegais e vamos ser deportados esta noite.
Hoje é minha última chance de tentar convencer alguém - ou o destino - a me ajudar a descobrir um modo de ficar nos Estados Unidos. Só para esclarecer: não acredito no destino. Mas estou desesperada."  
[Natasha - Pág. 12]

Natasha tenta mudar sua situação e procura a ajuda de um advogado especialista em casos como o seu.
Daniel, antes de entrar de vez na vida adulta e pré-determinada pelos pais, decide aproveitar o dia livremente, como se fossem seus últimos instantes de liberdade.

"Adolescente aceita o destino, concorda em virar médico; estereótipo.
[ Daniel - Pág. 10]

"Hoje à tarde minha vida entra num trem destinado à estação Doutor Daniel Jae Ho Bae, mas até lá o dia é meu. Vou fazer o que o mundo mandar. Vou agir como se estivesse numa porcaria de uma música do Bob Dylan e voar na direção do vento. Vou fingir que meu futuro está em aberto e que qualquer coisa pode acontecer."
[Daniel - Pág. 33]


Ao se cruzarem bem no centro da bela Nova York, seja por destino ou somente um acaso, Daniel e Natasha não se desgrudam mais. Ela é totalmente racional, e tem todas as respostas que precisa baseada na ciência. Já Daniel, com uma alma de poeta, acredita em Deus e que tudo tem uma razão maior para acontecer, que seu encontro com Natasha por exemplo, estava escrito nas estrelas, e que tudo o que aconteceu antes foi para que se encontrassem.

Nessa vibe de um incutir no outro um pouco de suas certezas e crenças, eles acabam passando o dia inteiro juntos. Um dia, que pode se tornar o primeiro de suas vidas juntos, ou o único.

Após uma leve resistência por parte dela, Daniel, muito persistente, a convence de que devem aproveitar cada segundo juntos. Que tempo é muito importante, e que cada minuto que passa estão mais próximos do momento em que suas vidas podem mudar para sempre.

Durante esse longo dia juntos, acompanhamos a luta de Natasha para reverter sua situação e permanecer nos Estado Unidos e a relutância de Daniel em aceitar o destino imposto por seus pais e ir para a faculdade de Medicina. Enquanto tudo que ele quer é um futuro em aberto, com inúmeras possibilidades, Natasha quer a segurança do que já tem, quer ter a certeza total e completa do seu futuro.

"Os Seres humanos não são criaturas razoáveis. Em vez de governados pela lógica, somos governados pelas emoções. O mundo seria um lugar mais feliz se o oposto fosse verdade. Por exemplo, baseada num único telefonema, comecei a esperar um milagre.
E nem acredito em Deus."
[Natasha - Pág. 43]

Ambos são extremos opostos um do outro, enquanto ela é completamente cética, ele acredita em Deus. Enquanto ela não acredita em amor, ele é um romântico incurável. O único ponto em comum entre eles, é o difícil relacionamento com seus Pais. Ainda assim, contra todas as probabilidades, eles vão se tornando cada vez mais íntimos, mais próximos e inseparáveis até o fim do dia. E aos poucos vemos um transformar um pouco do outro, vão se tornando melhores e mais completos juntos.

"Ele me dá um sorriso enorme e eu rio de volta.
Fato Observável: gosto de fazer com que ele se sinta feliz.
Fato Observável: não sei quando isso aconteceu."
[Natasha - Pág. 134]

Ela é Jamaicana e ele Coreano, os primeiros obstáculos estão a olhos nus, quando as pessoas em volta os veem juntos. Quando Daniel a leva na loja de sua família, e Natasha não é exatamente bem recebida. Ali, eles percebem que, caso tenham um futuro juntos, não vai ser exatamente fácil. Que amar alguém, pode não ser tão simples, só pelo simples fato da sua raça, cor, nacionalidade ser diferente.

"- Desculpe tudo, toda a história do mundo, todo o racismo e a injustiça disso.
- O que você está dizendo? A culpa não é sua. Você não pode se desculpar pelo racismo.
- Posso e me desculpo.
Meu Deus. Me salve dos cara legais e sinceros que sentem as coisas de modo muito profundo."
[Pág. 119]

Ao longo do livro em meio ao romance doce e leve, somos levados a refletir quantos aos temas abordados e também refletidos pelos próprios personagens. São temas atuais importantíssimos e que, de fato, definem a vida de tantas pessoas todos os dias pelo mundo. Que o racismo e o preconceito ainda é forte e atuante mesmo em um mundo já tão moderno.

Como disse anteriormente, o romance é leve, doce e acontece de uma forma que faz parecer que se passam meses conforme eles se conhecem e se desnudam um para o outro, tamanha a profundidade dos sentimentos e o quão a fundo vamos conhecendo suas histórias, medos e incertezas. Mas na verdade, toda a história acontece em somente um dia!

Os personagens são intensos, e todos com características fortes e personalidades marcantes. Daniel e Natasha são de uma maturidade e verdade sem igual. É impossível não se apaixonar junto com eles.
Presos ali, entre a razão e emoção, só podemos torcer por eles o tempo todo, e pedir que no fundo, Daniel esteja certo, e que eles estejam mesmo destinados a viver juntos para sempre.

"Fato Observável: não acredito em magia.
Fato Observável: nós somos magia."
[Natasha - Pág. 140]

Nicola Yoon tem uma escrita espetacular e envolvente que nos arrasta para a história e nos deixa presos ali, vivendo aquela doce sensação de encantamento. Foi como me senti, encantada!

É uma leitura leve e rápida que nos faz refletir. Um romance que eu recomendo muito, dá pra se ler durante uma tarde chuvosa, um dia de descanso ou um fim de tarde.


Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?


Jaqueline Silva
Carioca, mãe, apaixonada pela família e amigos, viciada em Coca-Cola, chocólatra, apaixonada por livros e filmes, estudante de enfermagem e blogueira nas horas vagas.
Amo blogar e tudo o que a literatura me trouxe. Pra mim ler é poder viajar sem sair do lugar.

12 comentários

  1. Oi, adorei sua resenha​, já vi esse livro é estou ainda mais animada para a leitura após ver as suas impressões, que bom que vc gostou. Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Já li ótimos comentários a respeito desse livro e não vejo a hora de poder conferir também. Sem contar que acho essa capa maravilhosa. Adorei poder conferir suas impressões a respeito, o que me deixou ainda mais motivada e já fiquei apaixonada só pelos quotes ao longo de sua resenha!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    Venho acompanhando o lançamento dessa obra e cada resenha que leio minha vontade de ler só aumenta, com a sua não foi diferente. Eu já estou sabendo muito sobre a premissa, estou bem dentro do assunto, mas os pontos que você citou sã relevantes e me colocam dentro da história, adorei, foi uma resenha bem útil para mim! ♥

    → desencaixados.com

    ResponderExcluir
  4. Olá tudo bem?
    Estou louca por esse livro, confesso que tenho mas ainda não consegui ler. Espero mudar isso em breve. Gosto de escritas envolventes e que nos prendem até chegar ao final desse livro e sempre tive curiosidade com o trabalho dessa autora.

    beijinhos!

    ResponderExcluir
  5. Oie amore,
    Esse livro está em minha lista de desejos e a cada resenha estou ficando com ainda mais vontade de ler essa belezinha!
    Gosto dessa coisa de personagens intensos... excelente resenha, parabéns!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  6. Já havia visto esse livro por aí,mas não sabia exatamente do que se tratava seu enredo. Gostei do enredo e de cara notei que seria um bom livro pra se ler em uma tarde. A resenha ficou mara, parabéns!

    |amorlivresco.wordpress.com|

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu já tinha ouvido falar desse livro e eu achei bem interessante. Eu vi muitas criticas quanto os dois se apaixonarem em apenas um dia, mas eu acho que essa era a ideia do Autor, já que um dos personagens acredita que nada é por acaso. Eu leria essa história, apesar de não ser um dos meus gêneros preferidos, mas sempre vale a experiência.
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  8. Oi! Conhecia só pela capa, mas não sabia do que se tratava a história.
    Gostei bastante da premissa e o fato da relação entre duas pessoas com personalidades e situações totalmente diferentes. Gostei ainda mais de saber que é uma leitura leve e que flui bem.
    Dica anotada!
    Beijo :*

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem? Esse é um dos livros que tem me chamado muita a atenção e não só pela capa. Como você disse, a história trata de temas super importantes atualmente e isso muito me interessa e instiga a ler. Por ser um livro curtinho, acho que talvez leia ainda esse ano. Obrigada pela dica, Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Jaqueline

    Eu amei esse livro de paixão, Nicola entrou para a lista de autores favoritos. Amei os personagens, a narrativa, o desenvolvimento... tudo! Mal vejo a hora de ler outro livro dela!

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oie! Tudo bem?

    Amo demais esse livro! Foi o primeiro que li da autora e entrou para a lista de livros favoritos de tão perfeito que ele foi! Fico feliz que tenha gostado da obra também, não vejo a hora agora de ler Tudo e Todas as Coisas!

    Bjss

    ResponderExcluir
  12. Oie!!! Já tinha visto esse livro, lembro bem da capa mas nunca me ocorreu de ler a sinopse. Ainda bem. Não teria me chamado atenção. Já a tua resenha, me chamou atenção pros detalhes, as diferenças. E embora eu ache fantasioso duas pessoas se conhecerem e se apaixonarem e decidirem passar um dia juntas eu achei o fato de ela ser jamaicana e ele Coreano muito criativo, bem como a diferença das vidas de cada um. Com certeza um livro que eu leria sim, ainda que sem grandes expectativas. Bjosssss

    www.porredelivros.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita e comentário, volte sempre! =)